Áreas de atuação do Nutricionista

Muitos profissionais não sabem o que vão fazer ao final do curso de graduação. Neste post, vamos trazer as principais áreas de atuação do nutricionista para você começar a procurar oportunidades de trabalho.

A Nutrição é uma ciência da área da saúde e de biológicas que forma profissionais capacitados para promover saúde à população.

O nutricionista administra e coordena programas de alimentação em hospitais, escolas, restaurantes comerciais, empresas, instituições de longa permanência, creches, entre outros.

O trabalho desse profissional é amplo. Dentre suas principais atividades, estão: promoção à saúde, definição de cardápios variados e equilibrados (individuais ou coletivos), garantia da qualidade de refeições, prescrição de dietas específicas para patologias, composição de equipe multidisciplinar em hospitais e participação em campanhas de alimentação.

Quais são as áreas de atuação do nutricionista?

Vamos descrever as principais áreas de atuação do nutricionista para que, nesse início de ano de 2017, você que é formado possa escolher em qual área deseja exercer a profissão. E quem já atua em alguma área, mas está querendo conhecer novas oportunidades, também vai poder esclarecer algumas questões.

O conhecimento adquirido na graduação pode ser utilizado em todos os setores da Nutrição, porém, se você deseja se destacar no mercado, é ideal que escolha o que mais agrada e construa uma carreira, fazendo cursos de extensão e especialização naquilo que decidiu focar.

Nutrição clínica

O nutricionista clínico presta assistência dietética e promove a saúde. Ele busca restaurar o estado nutricional de indivíduos doentes e, também, manter o bom estado dos pacientes saudáveis. Ele pode atuar em diversos níveis, como:

Nutrição hospitalar

Consiste em: atendimento ao paciente hospitalizado, banco de leite humano, lactário, EMTN (Equipe Multidisciplinar em Terapia Nutricional).

Nutrição Ambulatorial

Atendimento nutricional a pacientes em consultórios, spas, asilos, clínicas, personal diet, academias, clínicas de estética.

Nutrição domiciliar

Busca orientar o paciente a elaborar rotinas mais saudáveis em sua própria residência. Também pode executar o treinamento de profissionais de saúde e familiares, para manter uma alimentação saudável para o doente.

Saúde coletiva

Trata-se da assistência e da educação nutricional a indivíduos (sadios ou enfermos) e coletividades. O nutricionista promove a saúde por meio de campanhas, programas, pesquisas e atendimento em Nutrição ou em conjunto com profissionais de outras áreas.

O setor público tem absorvido muitos desses profissionais para diversas funções:

  • Conselheiros de saúde: são responsáveis por elaborar políticas públicas para minimizar os grandes problemas nutricionais da população, como obesidade, desnutrição e carência de nutrientes.
  • Fiscais sanitários: são capazes de atuar na indústria para verificar a qualidade dos processos de produção dos alimentos.
  • Gestores de programas governamentais: toda a atividade do setor público para produção de alimentos deve ser coordenada por gestores com conhecimento na área de Nutrição.

Locais: Atenção básica em saúde, instituições privadas e públicas, ambulatórios de Nutrição, vigilância sanitária.

Consultoria e assessoria nutricional

Essas são duas áreas de atuação bem conhecidas atualmente, nas quais o profissional presta serviços a restaurantes, empresas ou outras instituições.

Na verdade, consultoria e assessoria são duas formas de trabalhar (e não necessariamente duas áreas) e, hoje, muitos profissionais se dedicam exclusivamente a esse tipo de serviço. Fique atento, pois existe diferença entre elas:

Consultoria: é realizada por nutricionista que, mediante solicitação, analisa, avalia e emite parecer sobre assuntos e serviços relacionados à sua especialidade, com prazo determinado.

Assessoria: é o serviço prestado por profissional habilitado que, embasado em seus conhecimentos, habilidades e experiências, assiste tecnicamente pessoas físicas e jurídicas, planejando, implementando e avaliando programas e projetos em atividades específicas na área de alimentação e Nutrição.

O assessor também é responsável por oferecer soluções para situações relacionadas com a sua especialidade, sendo vedado a ele assumir a obrigação técnica.

Alimentação coletiva

O nutricionista atua no planejamento e no controle da qualidade de refeições, no treinamento de funcionários, na administração de custos e no desenvolvimento de documentos (manual de boas práticas, POPs, APPPCC).

Esse profissional também deve assumir a responsabilidade técnica, supervisionar e avaliar os serviços prestados por unidade de alimentação e nutrição.

Locais: restaurantes comerciais, merenda escolar, refeições congeladas, indústrias, refeições em navios e aviões, cozinhas hospitalares e de instituições de longa permanência.

Empreendedorismo na Nutrição

Outra opção muito interessante é começar um negócio inovador na área. Atualmente, há dois campos muito promissores:

  • Suplementação alimentar natural: muitas pessoas, em busca de uma alimentação completa, não desejam apelar para os nutrientes sintéticos industrializados. Você pode, então, desenvolver sua própria linha de suplementação funcional, focada no desenvolvimento sustentável e orgânico;
  • Aplicativos mobile de Nutrição: apesar da enorme oferta, os aplicativos da área carecem de qualidade. Com isso, os pacientes não conseguem manter a dieta prescrita por muito tempo. Então, invista em uma solução que conte as calorias, além dos macro e micronutrientes da alimentação cotidiana. Foque bastante na comunicação em momentos mais cotidianos e naturais.

Nutrição esportiva

Amplamente conhecida devido ao fato de a população estar procurando uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos. Engana-se o profissional que acha que só pode atender em consultório ou academias.

Essa área pode levar o nutricionista a atender atletas de alto nível e ser responsável por equipes de modalidades esportivas, como futebol, ginástica, vôlei, entre outros.

Sua principal função na área é planejar cardápios, com o objetivo de gerar um melhor rendimento esportivo, devidamente adequado às necessidades individuais.

Locais: academias, centros estéticos, clubes esportivos, competições esportivas, home care, personal diet.

Indústria de alimentos

A atuação se dá na área de desenvolvimento de produtos, além de testes de degustação de pratos e novos itens, controle de produção e qualidade, treinamento de funcionários, desenvolvimento de material científico e prestação de consultoria a empresas do ramo.

Locais: empresas de suplementos alimentares e alimentos.

Marketing em Nutrição e alimentos

O profissional que deseja atuar com marketing e alimentos pode participar da elaboração de materiais técnico-científicos ou educativos sobre produtos; de visitas técnicas aos profissionais da saúde; da coordenação de pesquisas; de testes de receitas e de serviços para atendimento ao consumidor final.

Locais: indústria de alimentos e suplementos alimentares, cozinhas experimentais, agências de publicidade especializadas em Nutrição e alimentação, revistas comerciais.

Gastronomia

A nutrição e a gastronomia andam lado a lado: muitos nutricionistas são formados em gastronomia para somar os dois conhecimentos.

O profissional pode atuar tanto no controle da qualidade de cozinhas e das condições de higiene em restaurantes quanto na elaboração de cardápios ou no desenvolvimento de novas receitas, visando alimentos funcionais ou específicos para diversas situações da Nutrição, de aceitação e do paladar, etc.

Locais: restaurantes, cozinhas experimentais, hospitais.

Docência e pesquisas

É possível lecionar em atividades de ensino nos cursos técnicos de Nutrição, em graduações, na pós-graduação e nas atividades de extensão da área e de alimentação.

Há também a atuação em pesquisas científicas, além da coordenação e da supervisão dos cursos prestados por uma instituição de ensino.

Locais: universidades, faculdades, escolas técnicas, centros de pesquisa ligados à universidade.

Quanto ganha um nutricionista?

O salário dos nutricionistas é muito variável, dependendo da área de atuação e da carreira escolhidas.

Normalmente, aqueles que optaram por seguir suas atividades como profissionais liberais recebem valores que podem oscilar e dependem do aquecimento da demanda para maiores receitas.

Neste caso, a área esportiva é bastante atraente. Com o boom das academias, muitas pessoas procuram por nutricionistas para iniciar uma dieta de emagrecimento e hipertrofia muscular.

A Nutrição para dietas de restrição devido a alergias, diabetes ou pressão alta também está em alta, apresentando boa demanda.

Com isso, a média de lucros mensais (já retirando as despesas) pode variar entre R$ 2.500,00 e R$ 5.000,00.

Como a procura por esse tipo de serviço ocorre principalmente na temporada primavera-verão, o nutricionista deve se programar para um movimento menor entre os meses de março e agosto. O valor mínimo das consultas é estabelecido pelo Conselho Federal de Nutricionistas:

  • Consulta em Clínica: R$ 93,20;
  • Hora técnica: R$ 69,90;
  • Treinamento em Nutrição e Dietética: R$ 139,80/hora;
  • Consulta Domiciliar: R$ 139,80;
  • Palestras: R$ 279,60 por hora.

Outro caminho possível é o trabalho pela CLT — a famosa carteira assinada. Nele, os ganhos variam de acordo com a área de atuação. Segundo um levantamento do Guia da Carreira, a média dos salários iniciais são:

  • Comércio (FECOMERCIO): R$ 2.180,00;
  • Indústria (FIESP): R$ 2.180,00;
  • Hospital e Clínica (SINDHOSP): R$ 2.280,00;
  • Refeições Coletivas: R$ 2.350,08.

Por sua vez, o site Catho fez o seguinte levantamento da média salarial das áreas mais promissoras:

  • Trainee em Nutrição: R$ 1.297,12;
  • Nutricionista Clínico: R$ 2.184,05;
  • Nutricionista Comercial: R$ 1.777,63;
  • Nutricionista do Esporte: R$ 2.022,12;
  • Nutricionista de Produção: R$ 2.101,27;
  • Nutricionista de Qualidade: R$ 1.958,70;
  • Supervisor de Nutrição: R$ 2.511,45.

Como está o mercado?

Sem medo de errar, podemos dizer que se trata de um mercado em ampla ascensão. As pessoas estão se tornando muito mais conscientes da importância da alimentação saudável para a saúde e o bem-estar. Com isso, o nutricionista tem se tornado um profissional de referência para a prescrição de dietas.

Cada vez mais, homens e mulheres percebem que sugestões de refeições presentes nas revistas não são capazes de levar a um corpo perfeito. Assim, o receio de investir um bom dinheiro em um profissional bem qualificado tem diminuído.

Como se qualificar para as diversas áreas de atuação?

Se você deseja uma carreira docente, terá de passar pelo curso de pós-graduação stricto sensu. Com um mestrado, é possível dar aulas em ótimas universidades como professor temporário. Para garantir uma vaga permanente, invista também em um doutorado.

Já para as demais áreas, é importante realizar uma pós-graduação lato sensu. Ela oferece uma abordagem mais prática e voltada para o mercado de trabalho. As opções são:

Nutrição clínica

Para quem deseja atuar em hospitais ou no tratamento de doenças metabólicas, esse é o curso ideal. Você verá como executar o manejo dos pacientes que necessitam de cuidados especiais (como os acamados, os diabéticos e os alérgicos, etc).

As aulas são, portanto, focadas na prescrição de terapias nutricionais. Para quem deseja atuar na área hospitalar, esse curso é essencial.

Os cinco anos de graduação não são suficientes para um aprofundamento no assunto. Por isso, o mercado exige uma maior qualificação. Afinal, você vai lidar com pacientes fragilizados por doenças.

Nutrição esportiva

A Nutrição voltada para esportes de alta performance é outra opção bastante interessante. Com ela, você será capaz de atuar em times e programas de atletas profissionais, aconselhando a alimentação e prescrevendo dietas para dias de competição esportiva.

Hoje em dia, é impossível atingir um alto rendimento esportivo sem cuidar da alimentação. Caso contrário, os atletas acabam recorrendo às bombas e prejudicando a saúde e a carreira.

Nutrição estética

Essa área foca em tratamentos nutricionais com a finalidade de melhorar a relação do paciente com o próprio corpo. Há, por exemplo, dietas que podem ser prescritas para auxiliar os tratamentos dermatológicos e os cuidados pós-operatórios.

Não podemos deixar de citar as terapias nutricionais de combate à gordura localizada e à flacidez. Hoje em dia, as pessoas querem profissionais especializados nessa área para garantir a eficácia do tratamento.

Como você deve ter percebido, a atuação do profissional da área pode ser versátil e, com engajamento, é possível colher bastante sucesso. Algumas vezes, é preciso tomar decisões arrojadas e inovadoras para obter um reconhecimento.

Outras pessoas, entretanto, são capazes de ter muita satisfação com carreiras tradicionais. O segredo é conhecer o seu perfil e perseguir seus sonhos com determinação.

Gostou de saber mais sobre as variadas áreas de atuação do nutricionista? Quer conhecer uma ferramenta inovadora com soluções voltadas para a área? Então não deixe de entrar em contato conosco!

 

 

Acesso exclusivo para nutricionistas

Melhore os resultados dos seus pacientes!

Quero Testar

 

Você também vai gostar

Comentários