8 passos para tornar suas consultas mais produtivas

O atendimento de um nutricionista é bem diferente de um médico. Para prescrever uma dieta, você precisa realizar uma detalhada entrevista com o paciente levando em consideração sua rotina, hábitos, doenças e outros detalhes importantes. Nesse contexto, é essencial tornar as consultas mais produtivas a fim de otimizar o tempo. 

A boa notícia é que existem alguns truques capazes de tornar suas consultas mais práticas e rápidas — sem perder a qualidade, é claro. Um deles é a utilização de softwares inteligentes, essenciais para aumentar a produtividade dos profissionais da saúde.

Ficou interessado no assunto? Então veja estes oito passos para tornar as consultas mais eficazes e  fidelizar ainda mais pacientes. Acompanhe conosco!

1. Invista em softwares de nutrição 

Sem dúvida alguma, os softwares de nutrição são as principais ferramentas para tornar as consultas mais proveitosas. Eles ajudam a ordenar a agenda e a organizar a ficha dos clientes, incluindo as avaliações clínicas e nutricionais. Além disso, possuem diversos planos alimentares e permitem que a prescrição dietética seja enviada diretamente para o celular do paciente. 

Alguns softwares — como a NutriSoft —  ainda disponibilizam uma avaliação completa, com cálculos dinâmicos, gráficos e relatórios. Definitivamente, é a melhor opção para os nutricionistas que desejam tornar os seus atendimentos mais ágeis e modernos. 

2. Faça uma lista com algumas perguntas prévias 

Muitas vezes, o paciente chega a uma consulta sem saber exatamente o motivo que o levou até ali. Por isso, pode ter dificuldades em se expressar e dizer exatamente o que deseja com a dieta: emagrecer, mudar alguns hábitos, reeducar-se ou ganhar massa muscular.

Para otimizar o tempo, é essencial que o nutricionista faça uma lista com algumas questões prévias. Pergunte ao cliente sobre seus hábitos alimentares regulares, se pratica alguma atividade física, o que não consegue ficar sem comer, entre outros pontos indispensáveis para uma mudança de alimentação eficaz. 

Dessa forma, você não perde tempo com conversas desnecessárias e vai direto ao ponto. Caso seja uma consulta de retorno, também é interessante separar alguns minutos antes para estudar a ficha do paciente.

3. Pergunte alguns detalhes ao paciente antes de marcar a consulta

Conhecer um pouco sobre seu cliente antes de recebê-lo vai ajudar muito no seu atendimento e deixar uma boa impressão. Uma consulta nutricional de uma criança é totalmente diferente da de um atleta, por exemplo.

Por isso, converse com a sua secretária e peça para ela perguntar alguns detalhes, como a idade, gravidez ou prática de atividades físicas intensas. Desse modo, você estará preparado quando a pessoa entrar em seu consultório. 

Para cada um dos públicos, é preciso realizar um atendimento diferenciado. Veja algumas dicas.

  • Crianças: é essencial falar de alimentação de forma lúdica e divertida. Lembre-se de analisar os hábitos alimentares de toda a família para prescrever uma dieta que esteja de acordo com a realidade.
  • Adolescentes: ao contrário das crianças, os adolescentes devem entrar na consulta sozinhos para que não fiquem inibidos com a presença dos pais. É muito importante ganhar a confiança deles.
  • Adultos: faça com que a consulta não se torne um bate-papo. Siga a sua lista de perguntas e interrompa o paciente se for preciso, de forma sutil e educada. 
  • Idosos: tenha paciência e seja atencioso. Fale calmamente mais alto ou, caso o idoso tenha dificuldades de audição, escreva a pergunta em um papel.
  • Gestantes: o ideal é pedir que a gestante leve todos os exames no momento da consulta, incluindo os de sangue e os de imagem.
  • Atletas: a melhor maneira de otimizar uma consulta com um atleta é entender qual esporte ele pratica e quais são as suas necessidades de suplementação. 

4. Tenha em mãos um catálogo de alimentos 

Seja de forma online ou em tradicionais papéis, é necessário ter em mãos um catálogo de alimentos com seus respectivos nutrientes. Assim, fica mais fácil montar as dietas de acordo com as necessidades do paciente.

Caso queira agilizar ainda mais a consulta, lembre-se que os softwares de nutrição são capazes de analisar as informações e montar cardápios personalizados. 

5. Seja uma espécie de coach 

Com as informações cada vez mais acessíveis, atualmente a maioria dos pacientes já possuem uma noção sobre o que consiste uma alimentação saudável. No entanto, muitos não sabem — ou não têm motivação — para alterar os hábitos e a rotina. 

Nesse sentido, não basta prescrever alimentos. É preciso incentivar os pacientes para que eles abandonem antigos hábitos e acreditem na implementação de uma nova rotina. 

6. Não tolere atrasos sem aviso prévio

É claro que imprevistos acontecem, mas algumas pessoas podem se atrasar sem avisar previamente ou sem ter uma boa explicação. Nesses casos, considere descontar os minutos atrasados no momento da consulta. 

No entanto, fique atento: para exigir que os seus pacientes sejam pontuais, você também deve ser! Siga à risca a agenda e avise sempre que acontecer algum imprevisto e o atendimento tiver que ser adiado — mesmo que seja só por alguns minutos.

7. Conduza a consulta 

O atendimento humanizado é cada vez mais valorizado no meio da saúde. Para que ele ocorra, é preciso ouvir atentamente o paciente. No entanto, isso não quer dizer que a consulta precise se tornar um grande bate-papo.

Conduza a consulta de acordo com o que foi planejado por você. Caso o paciente comece a falar sobre outros assuntos, retorne ao rumo correto educadamente. A conversa desnecessária é um dos principais fatores que tornam as consultas mais longas e improdutivas. 

8. Utilize a tecnologia ao seu favor 

Além dos softwares existentes, utilize recursos como WhatsApp, e-mails e outras redes sociais para otimizar o seu tempo. Por exemplo, ao invés de imprimir uma lista enorme com o cardápio da semana, que tal enviá-la por e-mail? Caso opte por softwares ou aplicativos, lembre-se de que a dieta ficará disponível tanto para você quanto para o paciente. 

Vale lembrar que as redes sociais também são excelentes meios de atrair clientes. Utilize-as dando dicas úteis e rápidas sobre alimentação e qualidade de vida.

Quer começar a tornar as suas consultas mais produtivas agora mesmo? Então, teste gratuitamente o nosso software de nutrição durante 30 dias e conheça tudo o que ele pode fazer por você!

Você também vai gostar

Comentários