4passos para se tornar uma nutricionista empreendedora

A carreira empreendedora tem atraído muitas pessoas em busca da independência financeira e da possibilidade de inovar. Na área da saúde, por exemplo, muitos têm abandonado as opções mais tradicionais e apostado em um caminho mais arrojado. Então, se você deseja se tornar uma nutricionista empreendedora, este texto é para você!

O empreendedorismo, ao contrário do que muitos pensam, não é uma habilidade inata ou um talento. É uma capacidade adquirida mediante muito esforço, determinação e foco. A nutrição tem precisado bastante de profissionais com esse perfil. Por isso, fizemos um texto com vários passos para que você se torne uma nutricionista empreendedora. Confira!

1. Inicie sua carreira o quanto antes para se tornar uma nutricionista empreendedora

Logo após formados, os nutricionistas têm certa dificuldade para encontrar sua área de atuação. Alguns querem um consultório tradicional, outros preferem o ambiente hospitalar, e ainda há aqueles que desejam trabalhar na indústria de suplementação alimentar.

Um bom empreendedor não perde tempo! Então, logo após terminar seu curso, será o momento de buscar experiências: você já pode começar tentando abrir seu primeiro negócio, trabalhar para outras empresas até ganhar a confiança necessária ou continuar sua trajetória de estudos com uma especialização ou pós-graduação. O que não pode é ficar parada.

2. Invista bastante na Tecnologia da Informação voltada para a nutrição

Quem tem mais afinidade pelo meio digital pode seguir essa trilha, que tem dado muito certo. Hoje em dia, há pessoas extremamente preocupadas com o próprio corpo e que tem todos os recursos tecnológicos à sua disposição. Então, precisamos aproveitar essa oportunidade.

Com isso, você pode inovar criando uma clínica hi-tech. Nela, seus clientes terão seus prontuários informatizados, contarão com assistentes virtuais, receberão mensagens de motivação e lembretes para a dieta e ainda terão aplicativos de gestão de dieta na palma da mão quando forem aplicar seu tratamento em casa.

3. Observe as principais tendências do mercado

Um empreendedor vê oportunidade antes que muitos percebam. Então, fique de olhos abertos para as tendências atuais e use-as em seu favor. Vamos dar algumas dicas:

Nutrição para longevidade saudável

Com o envelhecimento da população, as pessoas têm ficado cada vez mais preocupadas com o seu próprio bem-estar na terceira idade. Afinal, ninguém deseja envelhecer sem saúde. Por isso, elas têm tomado consciência da importância do papel da alimentação saudável para evitar as doenças.

Por outro lado, ainda há poucos profissionais que têm investido e se especializado nessa área. Portanto, essa é uma excelente área para você aplicar o pioneirismo.

Nutrição para dietas restritivas

A frequência de alergias e intolerâncias alimentares tem aumentado significativamente. Assim, muitas mães têm ficado perdidas em relação à dieta de seus filhos. Praticamente, não há nutricionistas que oferecem um serviço especializado para este público.

Portanto, se você investir em soluções para esses casos, sua clínica encherá de clientes. É crucial começar a pensar em dietas restritivas que sejam, ao mesmo tempo, funcionais, nutritivas e saborosas. Afinal, as opções atuais, geralmente, se esquecem da importância do sabor para o bem-estar das pessoas.

4. Verifique os aspectos legais para a constituição da sua clínica

Entre o desejo e a realização do sonho de um empreendimento próprio, há um enorme caminho burocrático a ser seguido. Infelizmente, esse é um passo inevitável para o qual você deve se preparar.

É comum que muitos desanimem durante o processo e percam o fôlego inicial. Porém, sabemos que não será o seu caso e, para garantir, estamos fazendo um pequeno guia do trajeto a ser perseguido.

Contratação de um contador

Para abrir seu empreendimento, o primeiro passo a se tomar é a contratação de um contador experiente em pessoas jurídicas. Ele terá a função de organizar toda a documentação e iniciar os atos jurídicos que darão validade legal à sua empresa de nutrição

Muitas pessoas, erroneamente, aconselham a dispensa desse profissional. Porém, esse é um grande equívoco. Um leigo não é capaz de escolher a forma jurídica mais adequada para um empreendedor da área de nutrição. Com isso, virão consequências muito negativas, como o pagamento de taxas adicionais e a opção por um modelo tributário mais oneroso.

Consulta comercial

Com essa ferramenta, ele verifica se a prefeitura do município possui normas especiais para o seu negócio. Também conferirá se o local escolhido para sediar a empresa tem alguma restrição em relação à sua atividade.

Busca de nome e marca

As pessoas jurídicas, ao contrário das físicas, não podem apresentar homonimia. Por essa razão, será preciso verificar a existência de algum outro empreendimento com o nome pretendido e os elementos da marca que você utilizará.

Registro do Contrato Social

Nos casos de sociedades comerciais, é necessário realizar o registro do contrato social no cartório e nos órgãos governamentais. Desse modo, verificam-se os antecedentes dos sócios na Receita Federal e nos órgãos de pesquisa de CPF.

Solicitação de CNPJ na Receita Federal

Para ser reconhecida pelo Estado, sua empresa precisará ser registrada nos órgãos oficiais. O principal instrumento para isso é o CNPJ, número de registro obrigatório para todas as empresas formais.

Alvará de funcionamento

É uma autorização da administração municipal para o funcionamento das atividades de sua empresa no local pretendido. Para isso, será realizada uma vistoria da vigilância sanitária em seu negócio

Solicitação de enquadramento na Entidade Sindical Patronal

Apesar de estar seguindo uma carreira empreendedora, ainda será necessário recolher anualmente a contribuição sindical.

Cadastramento no sistema Conectividade Social

Para poder admitir funcionários surpresas, deverão ser recolhidos o INSS e o FGTS. Para isso, é preciso um registro nesse banco de dados com os documentos de identificação da sua pessoa jurídica.

Inspeção do corpo de bombeiros

Qualquer estabelecimento comercial deve ter suas instalações inspecionados e autorizadas por perícia do corpo de bombeiros regional. Isso evitará acidentes com seu público.

Assim, depois de tanto esforço, você será recompensada com um percurso livre para ser uma nutricionista empreendedora. O seu sucesso estará em suas mãos! Para garanti-lo, você deve manter sempre uma mente inovadora, utilizar ferramentas arrojadas e um espírito determinado.

Um bom empreendedor também não poderá se descuidar da gestão de seu negócio, não é mesmo? Então, confira o nosso post com dicas excelentes!

 

Você também vai gostar

Comentários